español     français     english     português     
coredem

coredem

dph é membro da coredem
www.coredem.info

diálogos, propuestas, historias para una Ciudadanía Mundial

Como escrever uma ficha?

Os autores das fichas comprometem-se em aceitar e seguir a carta editorial.

As fichas produzidas no âmbito do projeto dph são criadas sob licença Creative Common “Atribuição – Não a obras Derivadas”.

Os campos comuns a cada ficha são:
Título, Subtítulo, Redator(es), Estrutura(s), Endereço da estrutura, Data de redação, Texto, Comentários, Notas, Tipo de ficha, Fonte da informação

A ficha não pode ultrapassar 12 000 toques.

Título e Subtítulo

O leitor escolhe as fichas em função do título e do subtítulo que devem por isso ser informativos, dando em particular as palavras-chave principais e uma indicação geográfica relativa ao conteúdo da ficha. Se o título propõe um gancho « jornalístico », o subtítulo traz os pormenores como o nome, o lugar, o objectivo do projeto…
Isso é muito importante na medida em que o motor da pesquisa acha os termos procurados primeiro nas palavras-chave, no título e no subtítulo, para fornecer respostas mais pertinentes que possíveis para a pesquisa.

Redator(es)

O(s) autor(es) da ficha são descritos pelo nome e pelo sobrenome. Exemplo : GOMEZ, Ricardo
Uma breve nota pode ser juntada com o mail pessoal.

Estrutura(s)

Estrutura(s) a qual partence o redator. Exemplo : CDTM : Centre de Documentation Tiers Monde de Paris

Endereço da estrutura

Indicar todos os elementos do endereço da estrutura : endereço postal, telefone, fax, correio eletrônico, endereço internet.
Exemplo : CDTM, 20 rue Rochechouart, 75009 Paris, FRANCE – Tel. : 33 (0)1 42 82 07 51 - Fax : 33 (0)1 4282 07 51 - cdtmparis@ritimo.org - http://www.cdtmparis.org

Data da redação

Na forma Mês Ano. Exemplo : Fevereiro 2007

Texto

O texto de uma ficha dph deve incluir informação (fatos, testemunhas, descrições…) mas também elementos de análise. A única descrição de fatos, a exposição de argumentos ou conceitos não discutidos ou a simples recensão de um livro, por exemplo, não fazem parte do projeto dph, que sempre apostou em uma informação « quente », comprometida, esclarecida pelo ponto de vista do redator. Na maioria dos casos, a análise é indissociável dos fatos contados.

Quando um redator escreve uma série de fichas sobre uma dada temática, ele não deve esquecer que cada ficha é uma unidade autônoma e que o leitor lerá as fichas separadamente. Terá então que repetir algumas informações de uma ficha para a outra.

Um texto eficiente e que se lê até ao fim é um texto claro, lisível, compreensível por qualquer leitor interessado pelo assunto enunciado no título. É necessário evitar toda gíria técnica, científica, administrativa…, toda linguagem estereotipada.

Comentários

Os comentários contêm os pontos de vista e as justificações das escolhas do autor, o que constitui o valor agregado das fichas dph. É preciso por enquanto não confundir o comentário com a análise: esta última fornece uma explicação dos fatos, enquanto o comentário expõe uma opinião, um ponto de vista. Os comentários trazem um “mais” qualitativo ao texto porque exigem da parte do(s) redator(es) uma verdadeira implicação.

Notas

É o lugar reservado às informações complementárias que estariam “a mais” no corpo do texto: endereços de contatos, menção da tradução, detalhes sobre a identidade, as actividades de uma pessoa ou de uma estrutura, etc. Não confundir com as fontes exatas da ficha.

Tipo de ficha

O tipo de ficha informa sobre o tipo de informação contida na ficha:
EXPERIÊNCIA: quando se trata de uma ficha contando uma experiência : ação de campo, implementação dum projeto, história de uma organização, encontro formativo...
ANÁLISE: quando se trata de uma ficha centrada na análise de uma situação política, dum evento, de resultados obtidos por um projeto ou um programa.
LEITURA : quando se trata de uma ficha onde a reflexão está baseada na leitura de um ou mais livros, artigos ou periódicos.
ATOR : quando se trata de uma ficha apresentando uma estrutura: atividades, projetos realizados,...
NOCÃO : quando se trata de uma ficha que define uma noção.

Fonte da informação

São as informações que esclarecem a origem da informação descrita na ficha (pessoa entrevistada, estrutura descrita, livro tratado). Uma ficha inédita escrita para dph só terá como fonte o nome do autor e eventualmente o da estrutura à qual pertence.

Artigos e dossiês Literatura Cinzenta
Outros Livro
Relatório de Colóquio, conferência, seminário,... Manifesto
Declaração final de encontro Fontes
Documento áudio Apresentação de estruturas
Documento interno Relatório
Documento de trabalho Narração de experiência
Documento vídeo Site Internet
Inquérito Texto oficial
Entrevista Tese e dissertação
Fórum electrónico

Alguns esclarecimentos são necessários para algumas fontes:
 Entrevista : nome da pessoa encontrada, data da entrevista, estrutura a qual pertence a pessoa encontrada ou citada e endereço da estrutura
 Artigos e dossiês, livro, relatório, documento vídeo, documento áudio, literatura cinzenta, relatório de colóquio, conferência, seminário,...: as referênças bibliográficas dos documentos com o nome do documento, os autores, a editora ou o produtor, a data, o número de páginas, a duração
 Site internet : o nome e o endereço do site
 Outros: citar a fonte
 Declaração final de encontro, manifesto, inquérito, fórum eletrônico: título, assunto, data
 Apresentação de estrutura: nome, endereço da estrutura
Em todos os casos, assinalar os links internet que trazem informações complementárias.

As fichas devem ser enviadas para a equipe Ritimo / dph.

Recomendações

Para situar o contexto geral e permitir ao leitor a melhor compreensão possível, o texto deve obrigatoriamente responder às perguntas seguintes: Onde, Quando, Quem, O quê, Porquê, Como.

Os siglos devem ser desenvolvidos quando aparecem pela primeira vez na ficha, mesmo no título se for preciso, com excepção daqueles referentes às organizações internacionais mais conhecidas como a ONU, a UNESCO, etc.

Não se deve citar nomes de pessoas sem dizer quem elas são e o que fazem.

Todas propostas que podem prejudicar ou atacar a honra, a dignidade ou a integridade de uma pessoa é proibida, e também os insultos, injúrias ou difamação.

buscar

...
topo
    contacto ... mapa do site ... menções legais

À la une des sites ritimo rinoceros dph le fil d'info des sites ritimo...